CENTRO CULTURAL SÃO FRANCISCO

O Centro Cultural São Francisco está localizado no centro histórico de João Pessoa e é reconhecido como patrimônio cultural nacional desde dezembro de 2007. O conjunto arquitetônico do centro cultural é composto pela igreja de São Francisco, o convento ou claustro, o adro e o Cruzeiro. É uma das obras mais representativas do Barroco Brasileiro do século XVIII.

leia mais sobre a Casa da Pólvora

Assim que você chega ao Centro Cultural São Francisco, a Igreja se destaca ao fundo, mas em primeiro plano vemos o Cruzeiro, que fica na entrada do cemitério. É uma grande cruz monolítica, e em seu pedestal estão várias águias de duas cabeças (uma águia com duas cabeças).

 

A posição de Cruzeiro em frente à igreja demonstra o poder e o símbolo do Cristianismo.

Adro é um espaço aberto (ou fechado) que se encontra em frente ou ao redor de uma igreja, ou seja, é o nome pelo qual é conhecida a área externa (pátio) das igrejas. É comum em igrejas mais antigas ter cemitérios em um cemitério.

O Adro da igreja deveria separar o sagrado do profano. Na Igreja de São Francisco há duas etapas para chegar ao cemitério. A parte inferior é blasfema e há pessoas enterradas lá, segundo nosso guia em Adro ninguém está enterrado. Os painéis de azulejos portugueses que adornavam as paredes de Adro são praticamente inexistentes. Não sei se foram removidos para reforma ou se foram danificados.

A Igreja de São Francisco

A construção da igreja começou em 1589 e foi concluída em 1779, 190 anos depois. No topo da torre sineira, avista-se um galo português que servia para indicar a direção dos ventos.

Em frente à porta principal existe um terraço conhecido como galile. Era nessa área que moravam os índios e as prostitutas quando queriam ir à missa, pois não podiam entrar na igreja para assistir à missa com pessoas de “boa família”. O conjunto arquitetônico é conhecido como Barroco Brasileiro ou Barroco Tropical por ser de estilo barroco e decorado com frutas tropicais.

A visita ao interior da igreja é uma visita guiada, bastando pagar uma pequena taxa de entrada (realmente muito pequena). O guia irá levá-lo aos vários ambientes do centro cultural e descrever cada ambiente em detalhes

O passeio dura cerca de 1 hora. Metade do preço para estudantes e maiores de 60 anos. Se tiver tempo, você pode participar de atividades guiadas para aprender sobre a história e depois ficar mais tempo dentro para poder apreciar cada detalhe da Igreja.

Interior da Igreja de São Francisco

A capela dourada é linda, seus detalhes e o luxo do ambiente deixaram uma profunda impressão nas pessoas. Possui três altares, um dos quais dedicado a São Francisco.

A capela de terceira ordem é relativamente simples, mas tem um belo telhado.No centro, vimos uma imagem de São Francisco rodeada de carros de fogo.

No andar central da mesma capela fica a entrada da cripta funerária subterrânea.

A sacristia da igreja foi construída entre 1751 e 1752, e o teto é embutido com painéis pintados no mesmo estilo da nave da igreja matriz. De acordo com nossas diretrizes, o vermelho da imagem é obtido com tinta mogno.

Teto da Sacristia da Igreja de São Francisco – O vermelho da imagem era tinta obtida do pau-brasil.

Sala do Coro

Quem estava lá embaixo na nave da igreja não pôde ver o coro onde os padres cantavam. As cadeiras da Sala do Coro são talhadas em jacarandá, numa bela obra.

Na Sala do Coro, há uma imagem em tamanho real de Jesus Cristo crucificado. Observe que nesta gravura os pés de Jesus Cristo estão separados.

O teto da Sala do Coro é impressionante! Sua pintura parece uma imagem em 3D, belíssimo!

O pátio do Claustro

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui